sábado, 25 de julho de 2009

Boyfriend under my lens (;

Banda Headset - Minimixing - 17/05/08

Banda Headset - Minimixing - 17/05/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Pizzaria Santa Fé - 25/01/08


Banda Headset - Gravações EP - 2009


Banda Conto de Farsas - Ensaio - 4/07/09


Banda Conto de Farsas - Ensaio - 4/07/09

Banda Conto de Farsas - Ensaio - 4/07/09

Banda Conto de Farsas - Ensaio - 4/07/09












terça-feira, 21 de julho de 2009

Diário de viagem. Parte primeira.


Não, não pode estar acontecendo. Minas, fim de mundo, no fim do mundo, sem internet rápida e pior de tudo SEM O NAMORADO!


Já estou aqui desde quarta-feira da semana passada no maior tédio do universo. Mas o pior de tudo é não poder voltar pra casa agora, como eu ia fazer, enfim.


Pra me ajudar completamente, meu iPod resolveu não funcionar no MEU computador (no do meu namorado funciona normalmente), então além de viajar contra a mina vontade, ainda tenho que suportar isso sem minhas músicas favoritas do momento (não consigo ter UMA música favorita, sou muito de época, momento e humor quando se trata de música). Ok, fui um pouco dramática demais, afinal, tinha o celular à mão ali. Mas como tudo tem um porém, eu não tinha colocado ele pra carregar nos últimos 2 dias, então, ele estava apenas com 3 barrinhas na bateria. Sim, sortuda a lot.


Eu sou um ser completamente noturno e prefiro dormir até tarde e dormir de madrugada, sim, me orgulho disso. Então imagine como foi pra mim, acordar às 6h da manhã e enfrentar 5h de ônibus, controlando o quanto eu ia ouvir de música pra não acabar a bateria do celular.


Resumo das atividades rodoviárias: Liguei pro namorado assim que saímos da rodoviária, mandei uma mensagem pra minha mãe e ela me ligou pra responder, tentei dormir e fui infelizmente mal-sucedida, li um pouco da minha resvistinha mensal sobre ‘rock’ para menininhas adolescentes (não me culpem, preciso de pelo menos duas revistas de futilidade por mês!) mas ai fiquei meio enjoada e desisti de ler, ouvi um pouco de música no celular até ficar sonolenta, tentei dormir um pouco, namorado ligou, ouvi mais um pouco de música, o ônibus parou 15 minutos em um restaurante, li um mangá (NANA 4) inteiro sem ficar enjoada, ouvi mais um pouco de música e depois eu não lembro mais, mas acho que chegamos logo até Alfenas, onde meu tio tava esperando a gente de (FINALMENTE) carro.


Minha família tem uma casa até que grande aqui em Alterosa, eu tenho dois cachorros aqui, o Pingo, um poodlee velhinho e ranzinza e a Nika, uma Cocker atormentada da cabeça. Eu liguei pro Will assim que cheguei e depois, quando fui tentar dormir um pouco, a Francy e a Jackie (duas amigas minhas de muito² tempo) vieram me ver e a gente ficou um bom tempo conversando.


Meus dias aqui se resumem em: Acordo, almoço, dou uma arrumada na casa (sou a responsável por isso, fuck.), ligo o notebook da minha mãe, fico na internet um bom tempo com o namorado no MSN, assisto algum filme de madrugada, como e durmo (não necessariamente nessa ordem).
Aqui, uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, com pouco mais de 10 mil habitantes (eu acho), extremamente mineira no mais amplo sentido da palavra. Tem rodeio aqui (infelizmente) e só dá cantor sertanejo nessas festas. Ok, já fui muitas vezes nessas festas aqui, mas já passou minha época.





Finalizando bem Rancore,
Chega.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Guia de férias tediosas.


Rááá.

Cá estou eu em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, entediada e sem o namorado.

Acho válido fazer um guia pra quando você precisar viajar com a família pra algum lugar que não tem nada pra fazer. Nada mesmo.


1 - Quando chegar, procure conhecer a praça local, afinal pode ter certeza, que ali é 'O Point';

2 - Saiba que todo mundo sabe da vida de todo mundo, então quando acontece algo, é assunto pra cidade inteira comentar;

3 - Panelinhas MODE ON seeeeeempre! Afinal, em uma cidade pequena, gostos parecidos rendem mais fofocas com os outros grupos;

4 - Normalmente suas opções de passeio se resumem à: praça, sorveteria, lanchonete, praça, casa de amigos, praça e cômodos aleatórios de casa;

5- Todo mundo vai julgar seu estilo estranho e comentar quando você passar;

6 - Todos se vestem igual às pessoas de novelas/filmes da moda;

7 - O mais perto de um fast-food é se você ir correndo até a lanchonete mais próxima;

8 - Se sua família é da cidade, todos vão perguntar 'ah, você é filho de fulano, neto de cicrano?'

9 - Sertanejo prevalece e roqueiros são mal-vistos;

10 - Pessoas de fora = novidade, cuidado!;

11 - Você vai comer MUITO, ainda mais se sua tia-avó achar que você se alimenta mal!;

12 - Lan houses são cheias de crianças barulhentas e mal-educadas, cuidado²!;

13 - Qualquer um que passar por você te cumprimenta com um 'Óiiia' ou um 'Dia/tarrrde/noiiite';

14 - Pessoas do interior se encantam com qualquer tipo de tecnologia de São Paulo;

15 - Quem vem de São Paulo e/ou faz faculdade é 'estudado';


Ok, parei por aqui.

HAHAHA

Olha, esse manual é baseado em expêriancias próprias, então por favor, não se ofendam com o conteúdo!

;)

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Como poucos sabem, fotografia é uma das minhas paixões e refletindo um pouco sobre as minhas influencias, conclui que o melhor fotógrafo de bandas do país é o Mauricio Santana, velho Tux. Suas fotografias sempre me passam a emoção do momento, como muitos hoje não fazem, tiram fotos por tirar. Por isso, resolvi pedir pra ele uma pequena entrevista que ele me repondeu com muito prazer! E devo dizer, obrigada Mauricio, por perder um tempinho respondendo!
Eu coloquei como um diálogo, mas como ele tava sem tempo pra responder na hora, mandei um email com as perguntas pra ele ;))

(Mauricio por ele mesmo)

Cris diz: Quem é o Mauricio Santana por trás das lentes?

Mauricio diz: Essa é difícil, não sou muito bom com as palavras, mas creio que sou uma pessoa simples, amiga, companheira, que gosta de fazer amizades, e por ae vai! J

Cris diz: O que te fez começar à fotografar?

Mauricio diz: Vontade de registrar momentos de uma forma mais rápida que filmar hehehe...


(Mercado Mundo Mix)

Cris diz: Porque atualmente você faz fotos de bandas mais underground e deixou um pouco de lado as “mais conhecidas”, como o Dance por exemplo?

Mauricio diz: As bandas mais undergrouds são carentes de fotos, tem muita banda boa que não sobe como as outras por falta de alguma oportunidade, e como estou neste meio de bandas undergrounds e tal, acabo conhecendo bastante banda pequena e tal, ai quando da acabo clicando eles também, mas não deixo de clicar o Dance por exemplo, sempre que eles solicitam/contratam , mas o problema maior as vezes é conciliar o meu tempo e tal, as vezes não da.

Cris diz: Qual a banda que você sente vontade de fotografar mas ainda não teve oportunidade?

Mauricio diz: Creio que nenhuma viu, pelo menos não me veio nada em mente agora.

(Good Intentions)

Cris diz: O estilo da banda e você gostar ou não influencia no resultado da foto?

Mauricio diz: Não, o que eu clico é o que eu sinto no momento, eu gostar ou não da banda não vai alterar muito na foto, se eu me sentir bem e conseguir passar isso na foto e tal, eu gostando ou não da banda, irá aparecer.

Cris diz: Um fotógrafo consegue se manter bem SÓ trabalhando com fotografia ou isso no Brasil ainda é um pouco difícil?

Mauricio diz: Consegue sim, mas tem que ter MUITA determinação e ralar pra CACETE....hehehe

(Garage Fuzz)

(Fatale)

Cris diz: Por que o Tux virou Mauricio Santana?

Maurcio diz: Vi que as coisas estavam tomando um rumo mais profissional, ai resolvi começar a assinar e me apresentar como Mauricio Santana ;).


Cris diz: O que um fotógrafo de banda precisa obrigatóriamente ter/ser?

Mauricio diz: Vontade, acho que isso resume muita coisa ;).


(Eyes Set To Kill)

Cris diz: Fotografia = arte, hobbie ou profissão?

Mauricio diz: Fotografia é um pouco de tudo, acabo juntando tudo, na minha opnião não da pra separar, pra mim é hobbie, é arte, é profissão, tudo junto e misturado como muitos dizem hehe...

Cris diz: Instrumentos influenciam a foto ou o fotógrafo é que a influencia?

Mauricio diz: 90% fotografo 10% equipamento! :D...


(Drive.In)




Conheça o trampo do Mauricio e bandas, contratem:
Fotolog: http://www.fotolog.com/mauricio_santana/
Flickr: http://www.flickr.com/photos/tuxhc
Myspace: http://www.myspace.com/mauricio_santana
ou tudo junto no site: http://www.mauriciosantana.com.br

terça-feira, 7 de julho de 2009

Mídia viral: forma de divulgação de produto ou serviço através da disseminação dos meios de comunicação/boca-a-boca, com baixo custo e de grande efeito.

Acho que é isso! Hahaha... Primeiro semestre na faculdade me serviu de muita coisa! Está ai o vídeo que fiz de mídia viral pra divulgar este humilde blog que tem em mãos!
Gostem, desgostem... mas deixem sua opinião!! :)


video

sábado, 4 de julho de 2009


Um dia ainda furo o papel com as minhas palavras.
O sonho de todos os que queriam dizer algo à alguém. Mas essas palavras são minhas. E não dizem nada pra ninguém.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

'São Paulo é assim... Mas acho tão bom dormir...'







Eu moro em Guarulhos, uma cidade adjunta à São Paulo e muitas vezes tenho que me locomover até lá (ou aqui, não sei), ônibus até o tucuruvi e dali posso cair no mundo. Linha azul vira vermelha ou verde e por ai vai.
Tenho meus pontos de praxe, que adoro ir. Quais? Hahaha... Poucos, mas tenho.
Sempre que posso, vou na Galeria do Rock, ali na rua 24 de Maio, na Praça da República (linha vermelha do metrô), adoro comprar roupas e besteirinhas lá! Sem contar cd's (sim, eu baixo música mas nada melhor do que o bom e velho cd para as horas mais analógicas!) e camisetas de banda. Ou vou lá pra andar mesmo, sem nenhum propósito específico... Só por estar 'de bobeira por ali'. A última vez que eu passei lá, foi porque ganhei uma promoção do Fotolog do Dance of Days e ganhei um cd autografado deles.
Também vou direto (e quase em proporção igual à Galeria) na loja da Comix ali perto da av. Paulista (Rua Jaú, 1998 ACHO, só sei que é no primeiro quarteirão, ali mais perto da Consolação, no finzinho da Paulista), que é uma loja de HQ's e Mangás e todo tipo de artigos GEEKS de última e penúltima geração! Muitas séries pra vender também. Me perco lá (e meu dinheito também se perde por lá)
Hoje por destino (HAHA) eu fui na 25 de Março, comprar claro. Coisa que adoro fazer (só estou devendo R$137,00 pra minha mãe!) e hoje fiz com gosto.

Mas uma coisa me chama a atenção em todos os casos ai em cima listados.
Putz, São Paulo fede.
Fede no puro e simples sentido da palavra.
Aqui e ali cheira a pips (ou xixi se preferir, porque não serei vulgar aqui). Muito cheiro de esgoto pra todo lado. Que se mistura ao cheiro insuportável de churrasquinho grego (nojinho absurdo, de carne e dos negócios estranhos ali no meio). E quando você vai ali para os lados da Luz, perto da própria 25, aquele cheiro de comida típica de coreano e chinês invade teu nariz? Nossa, sério... passo mal. Sem falar das muitas frutas podres que os feirantes amam deixar por ai.
São Paulo é suja até nos olhos. Não adiantou planejamento Cidade Limpa (ou cinza se preferir) ou o que for, São Paulo é assim, suja. De seu modo nojento ao seu jeito comum. Prédios velhos e encardidos. Pouco caso pra limpeza de ruas e calçadas. Mas acho que é isso que faz São Paulo ser o que é. Essa metrópole de caos urbano e velocidade/agilidade pra ontem.


Eu gosto dela assim, não quero que mude.
Foi só pra constar mesmo.